PUBLICIDADE
Topo

Botafogo joga bem, vence Corinthians em SP e força jogo 3 da final da Liga Sul-Americana

Fábio Balassiano

12/12/2019 22h18

Poderia ter sido a noite da consagração para o Corinthians, que jogava em casa no ginásio Wlamir Marques para voltar a conquistar um título continental no basquete após quatro décadas. Com 1-0 na final da Liga Sul-Americana, era vencer e comemorar diante da torcida.

O Botafogo, porém, tinha outros planos. Uma atuação impressionante do começo ao fim do time comandado pelo técnico Leo Figueiró gerou a vitória de 74-64 para os cariocas, que forçaram o terceiro duelo, a ser disputado no mesmo local nessa sexta-feira às 21h30 com Jamaal Smith sendo o cestinha com 25 pontos. Com 1-1 na série, de amanhã não passa. Quem vencer fica com o título da Sul-Americana e garante vaga na Basketball Champions League de 2020/2021.

Basquete o dia inteiro? Entre no Grupo do Bala na Cesta no Telegram

O jogo começou e o Botafogo, totalmente dominado na primeira partida da final da Liga Sul-Americana no Rio de Janeiro, mostrou uma postura totalmente diferente. Abriu 11-2 logo de cara, defendeu com consistência, fechou os 10 minutos iniciais com 27-15 e mostrou ao Corinthians que queria forçar o terceiro duelo. No segundo quarto o Timão reagiu, melhorou um pouco a marcação, mas não conseguiu reduzir a diferença. Ao final de 20 minutos, 48-35 para o alvinegro carioca, que teve 17 pontos do ótimo armador Jamaal Smith.

O panorama não mudou para os donos da casa no terceiro período. Ligado na tomada, o Botafogo continuou mandando na partida, fez 17-11 na volta do intervalo e foi pros dez minutos finais vencendo o duelo por 65-46.

Os dez minutos finais foram novamente dominados pelo Botafogo, que manteve a diferença lá no alto, não deu chances para os rivais e venceram por 74-64. A decisão da Sul-Americana fica para esta sexta-feira mesmo.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

Bala na Cesta