Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Brasil contém MVP da NBA, joga muito bem e vence a Grécia no Mundial da China

Fábio Balassiano

03/09/2019 10h26

A seleção brasileira lutou, lutou muito, teve uma atuação épica e foi recompensada com uma das maiores vitórias do últimos tempos. Jogando contra uma das melhores seleções do mundo, e contra o melhor jogador do torneio (Giannis Antetokounmpo, atual melhor jogador da temporada da NBA), o time nacional teve uma atuação excepcional, reverteu um déficit de 17 pontos, venceu a Grécia por 79-78 em Nanjiing, na China, e conheceu a sua segunda vitória no Mundial. Com 13 pontos, Giannis teve uma atuação tímida, mas foi muito bem coadjuvado por Printezis, que teve 20 e foi o cestinha dos helênicos. Pelo lado brasileiro, Anderson Varejão foi o melhor em quadra, anotando 22 pontos e 9 rebotes. Marquinhos também esteve incrível com 15 pontos vindo do banco de reservas.

O Brasil volta a jogar nesta quinta-feira, 5h da manhã (Sportv2 exibe), contra Montenegro, que mais cedo perdeu da Nova Zelândia por 93-83. O time nacional já está classificado na primeira colocação para a próxima fase, mas ganhar dos montenegrinos garante o 3-0 fundamental na campanha para a obtenção da vaga olímpica. Os gregos medem forças com os neozelandeses na mesma quinta-feira.

O jogo começou e claramente o técnico Aleksandar Petrovic tinha um plano para deter a fera da Grécia. Giannis Antetokounmpo teve marcação dupla, tripla e tudo mais, mas os helênicos tinham outras armas e lideravam o jogo desde o começo. O Brasil, por sua vez, marcava muito bem, não deixava os rivais abrirem vantagem e estavam sempre por perto no placar. Os dez primeiros minutos foram muito equilibrados, com os europeus saindo com 19-15.

O nome do segundo período foi Georgios Printezis. O grego pegou fogo, atingiu 14 pontos logo de cara e os europeus abriram 26-19 logo de cara. Petrovic pediu tempo, mas não deu muito certo. Com Antetokounmpo tímido (6 pontos em 2 períodos), o restante do ótimo elenco helênico apareceu e foi abrindo vantagem até fechar o primeiro tempo em 40-30. Naquela altura, Marquinhos era o cestinha brasileiro com 7 pontos e Nick Calathes tinha 11.

/>

Na volta do vestiário, a melhor formação do Brasil com Rafa Luz, Alex, Marquinhos, Caboclo e Anderson Varejão abriu 6-0 e reduziu a diferença para 4 pontos, forçando os gregos a pedir tempo técnico. O treinador Thanasis Skourtopoulos orientou a sua equipe, mas o momento era brasileiro, que tinha 15-4 na parcial para lidera a parcial em 45-44. Em uma atuação excepcional, o Brasil fechou a parcial em 26-13 e foi pro último período liderando por 56-53. Varejão tinha 16 pontos e 7 rebotes até então.

No último período, Giannis estava em quadra, a Grécia apertou a marcação, mas o Brasil não se intimidou e continuou comandando o placar até a metade do último período. Jogou muito bem, com alma, dedicação e aplicação, venceu o rival e segue invicto na competição após bola final de Anderson Varejão e erro no lance-livre derradeiro do grego Sloukas. Que triunfo magnífico da seleção brasileira em Nanjing na China. Histórico e diante de um adversário fortíssimo.

Parabéns à seleção brasileira e ao técnico Aleksandar Petrovic. Ele disse que tinha um plano para deter a Grécia, e seu MVP, e conseguiu.

Viu o jogo? Gostou? Que atuação épica do Brasil!

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

Blog Bala na Cesta