Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Janeth entra para o Hall da Fama da Federação Internacional

Fábio Balassiano

30/08/2019 19h49

Dia mais que especial para Janeth Arcain. A eterna camisa 9 do basquete brasileiro entrou nesta sexta-feira, em Pequim, no Hall da Fama da Federação Internacional da modalidade (FIBA), honraria máxima para qualquer atleta.

Campeã Pan-Americana em 1991, Mundial em 1994, medalhista olímpica em 1996 (prata) e 2000 (bronze) com a seleção brasileira, Janeth foi o elo que uniu a genialidade de Paula e Hortência para ajudar a melhor geração do basquete feminino nacional a ter sucesso. Além das glórias com a camisa da seleção, ela foi brilhante também na WNBA, quando foi campeã com o Houston Comets entre 1997 e 2000, além de All-Star da liga em 2001.

"O sonho alimenta a alma e o esporte quando bem direcionado nos permite encontrar caminhos gloriosos. Este é um momento único e grandioso para mim. Vim de uma família pobre do subúrbio de São Paulo, sem muita perspectiva e foi o basquetebol que transformou minha vida. Trabalhei duro, muito duro. Abri mão de muita coisa nesta vida, mas meu sonho me alimentava, me impulsionava a ser melhor a cada instante. O basquetebol me deu o mais importante de tudo, os meus bons valores, como disciplina, responsabilidade, dedicação, respeito, superação, trabalho em equipe e fair play. Eu agradeço a minha mãe Rita por ter acreditado em meus sonhos e me apoiado a cada decisão. Agradeço aos amigos, técnicos, professores, companheiras de equipe e fans por me apoiarem em todos os momentos da minha carreia. Agradeço também a todas as milhares de crianças e jovens que por meio do meu Instituto acreditam no poder transformador do esporte. E por fim, porém não menos importante agradeço a FIBA pelo reconhecimento e por me fazer estar com os melhores atletas do mundo no Hall da Fama", escreveu a brasileira em seu Instagram.

Janeth se despediu das quadras no Pan-Americano do Rio de Janeiro em 2007. Ela se junta, no Hall da Fama da FIBA, aos brasileiros Oscar, Amaury Pasos, Ubiratan, Paula e Hortência como atletas. Kanela, como técnico, o dirigente José Claudio dos Reis e o ex-árbitro Renato Righetto, também estão no Hall.

Abaixo a lista completa dos indicados:

Jogadores
Janeth Arcain (Brasil)
Margo Dydek (Polônia)
Atanas Golomeev (Bulgária)
Alonzo Mourning (EUA)
Fabricio Oberto (Argentina)
Jose "Piculin" Ortiz (Porto Rico)
Mohsen Medhat Warda (Egito)
Jiri Zidek (República Tcheca)

Técnicos
Natalia Hejkova (Eslováquia)
Bogdan Tanjevic (Montenegro)
Mou Zuoyun (China)

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

Blog Bala na Cesta