Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Como o silêncio de Kawhi Leonard impacta diretamente o futuro de Lakers, Clippers e Raptors

Fábio Balassiano

05/07/2019 05h02

Getty Images – AFP

Depois daquele começo agitado de mercado, a NBA dá uma bela acalmada já que os principais jogadores têm destino definido. No atual estágio, os atletas de composição de elenco estão fechando seus contratos e logo depois tudo estará pronto para a próxima temporada. Bem, quase tudo. Diferente até nisso, o caladão Kawhi Leonard, MVP das finais e campeão pelo Toronto Raptors, é o único dos grandíssimos jogadores a não ter decidido ainda qual o seu destino.

Talvez ele não saiba, mas a falta de tomada de decisão impacta diretamente na vida das três franquias que ainda estão com propostas abertas para contratá-lo. Eu explico.

Atual campeão da NBA, o Toronto Raptors espera não só Kawhi Leonard, mas também o que seu fiel escudeiro, Danny Green, fará na próxima temporada. Kawhi esteve na cidade esta semana e parecia uma perseguição policial, com helicóptero seguindo seus passos, torcedores na porta do hotel onde a reunião com os dirigentes do Raptors aconteceria e tudo mais. Os atuais donos do troféu Larry O'Brien, quem diria, se tornaram reféns de seu MVP.

O time canadense não fez esforço algum no mercado esperando pela definição de seu cracaço, no que estava até certo ponto certo. Caso ele acerte seu novo contrato por lá, os Raptors estouram a champanhe de terem mantido seu unicórnio. Se ele não permanecer, o caos estará instaurado, já que o Toronto terá que começar sem o ala e também sem a chance de contratar alguém de peso pro seu lugar.

GREGORY SHAMUS / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

O mais ferrado da história é o Los Angeles Clippers. O primo pobre de LA tinha separado um punhado de dólares para investir em dois agentes-livres com contrato máximo neste mercado de 2019. O problema é que ninguém foi contratado até agora e se Kawhi tampouco acertar por lá o projeto de reconstrução do time do técnico Doc Rivers ficará em espera por mais um ano. O dono, Steve Ballmer, declarou na semana passada que uma recusa de Kawhi ao Clippers faria o planejamento da temporada passada, até certo ponto bem executado, já que limpou a folha salarial quase toda, sair da condição de excelente para "não mais que mediano" porque não terá entregue o seu propôs.

Quem está em situação razoável é o Los Angeles Lakers. O time já tem LeBron James e Anthony Davis. Se Kawhi chegar, o melhor trio da NBA estará formado, mas caso Leonard não chegue é capaz dos angelinos utilizarem a verba guardada pro rapaz (cerca de US$ 33 milhões) para contratar veteranos para encher o elenco (o nome do pivô DeMarcus Cousins ganharia força assim). O impacto nos Lakers da não demora de Leonard é que outro dos cortejados, Jimmy Butler, não gostou muito do fato de ser motivo de espera da vida do camisa 2 do Toronto e se mandou logo pra Miami. De opção ótima no mercado, não sobrou ninguém e LeBron sabe disso.

Getty / AFP

Há muita gente que pensa que Kawhi poderia já ter decidido não para entrar na onda das divulgações mega midiáticas, algo que ele não gosta e devemos respeitar, mas sim porque o seu silêncio mexe demais com os times que ainda estão esperando por uma decisão sua. Caso tivesse avisado, sei lá, no domingo passado pela manhã, como fez Kevin Durant com o Golden State Warriors, os três times acima citados poderiam ter partido para um plano B – Khris Middleton, Jimmy Butler, Bojan Bogdanovic, sei lá.

O camisa 2, pelo visto, não está nem aí pra isso e vai anunciar seu próximo time apenas quando estiver confortável. E isso pode demorar um, dois, sei lá quantos dias.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.