Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Outra barreira rompida: 76ers contratam primeira mulher em 10 anos para função de scout

Fábio Balassiano

21/08/2018 06h00

Primeira escolhida no Draft da WNBA em 2007, a norte-americana Lindsey Harding teve uma carreira bem razoável na liga profissional do país e também em clubes da Europa. Aposentada em 2017, ela procurou se especializar em gestão profissional de basquete e participou do programa oficial da NBA para o pós-carreira. E deu muito certo.

Recomendada pela própria liga para as franquias após concluir seus estudos, a agitadíssima Harding acaba de ser contratada pelo Philadelphia 76ers para a função de scout (espécie de olheira de jovens talentos) da franquia. Ela passou por três entrevistas, e no final foi aprovada por Brett Brown, técnico e gerente-geral interno do Phila.

Para se ter uma noção do que isso representa, a norte-americana de 34 anos é apenas a segunda mulher a exercer a função na história da NBA. Atualmente assistente-técnica do Dallas Mavs, Jenny Boucek foi a primeira, sendo scout do agora extinto Seattle Sonics em 2006. Ou seja: havia mais de uma década que nenhuma pessoa do sexo feminino conseguia um dos cargos mais importantes de um dos 30 times.

"Acho que quando há uma posição de trabalho aberta, esta questão de sexo deveria importar muito pouco. Não estou aqui pra levantar bandeira alguma, mas deveria ser muito mais pelo que você é, pelo que produz, pelo que pode trazer à franquia do que qualquer outra coisa. É isso que espero mostrar ao 76ers em minha passagem por lá", disse Harding à ESPN norte-americana, completando sobre seus desejos na NBA: "O que mais senti falta neste ano em que fiquei fora das quadras foi essa parte de estar inserida novamente em uma equipe, em um time, fazer parte de algo profissional e competitivo. Isso é instinto de atleta e vai morrer comigo. Agora estarei do lado de fora das quadras e muito animada com a função".

Com Lindsey Harding, a NBA agora terá 4 mulheres trabalhando em funções de quadra. Além dela e Boucek no Dallas, Becky Hammon e Natalie Nakase, assistentes técnicas de San Antonio Spurs e Los Angeles Clippers, estarão na temporada 2018/2019 do melhor basquete do mundo.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.