Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Seleção masculina já tem local definido para próxima rodada das eliminatórias da Copa do Mundo

Fábio Balassiano

07/01/2018 06h00

* Com Pedro Ivo Almeida

Após vencer as duas partidas da Eliminatória da Copa do Mundo de 2019 da China contra Venezuela fora de casa e Chile no Rio de Janeiro em novembro de 2017, a seleção brasileira volta a jogar neste ano logo em fevereiro. E já com local definido.

De acordo com múltiplas fontes ouvidas pelo UOL Esporte neste sábado, a Confederação Brasileira de Basketball irá anunciar no começo desta semana Goiânia como sede das partidas contra Colômbia e Chile em 22 e 25 de fevereiro, respectivamente.

Quer apoiar o Podcast Bala na Cesta e ter recompensas incríveis? Clique e saiba como. É fácil, rápido e com prêmios sensacionais. Vamos nessa?!

Os duelos serão disputados no Ginásio Rio Vermelho, que abrigava as partidas do time local dirigido por Alberto Bial no começo dos anos 2000. Em conversa com o blog, uma fonte disse que a escolha da cidade goiana para abrigar a seleção nos dois primeiros jogos de 2018 se deveu a dois motivos principais: tem histórico no basquete e o presidente da Confederação Brasileira de Basketball, Guy Peixoto, na ideia de descentralizar cada vez mais o esporte do eixo Rio-SP, quer levar a modalidade a mais praças como forma de difundir o produto (no que, na visão deste blogueiro, ele está certíssimo).

Jogar uma partida em um local e outra em uma cidade diferente foi uma ideia descartada logo de cara pois a nova gestão da Confederação quer que a seleção aproveite ao máximo os quatro / cinco dias em uma única localidade para treinar e fazer suas ações com a comunidade. Viajar faria com isso se quebrasse um pouco devido ao deslocamento.

O técnico croata Aleksandar Petrovic fará a sua convocação até o final de janeiro com uma pré-lista exigida pela Federação Internacional. Na primeira semana de fevereiro, Petrovic, já sabendo se poderá contar com os jogadores que atuam na Euroliga, enviará a lista final com 15 atletas.

De cara, nesta largada de 2018, duas boas notícias para o treinador da equipe nacional: ele poderá contar com o experiente ala-armador Leandrinho, que voltou a atuar neste sábado depois de quase 10 meses (jogou por 23 minutos e fez 19 pontos na vitória de Franca pelo NBB contra o Vitória-BA), e também com o jovem e atlético pivô Augusto Lima, que se transferiu recentemente do turco Besiktas para Xinjiang (no basquete chinês não há barreira para liberação dos atletas como há na Europa).

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.