Bala na Cesta

Analisando e palpitando os confrontos das oitavas-de-final do NBB

Fábio Balassiano

04/04/2017 13h15

Começa hoje o playoff do NBB. A partir das 19h30 o Vasco recebe o Pinheiros na abertura da fase oitavas-de-final do mata-mata do maior campeonato de basquete do país. Analiso agora os quatro duelos, que prometem ser bem equilibrados (aqui dias, horários e transmissões previstas). Lembrando que o formato decidido por clubes e Liga Nacional indica que os times de melhor campanha fazem os jogos 2, 3 e 5 em casa (diferente do 2-2-1 da NBA). Vamos lá:

Caio Casagrande/Bauru Basket

Bauru (5º) x Macaé (12º) -> Aparentemente este é o confronto menos equilibrado do playoff do NBB. Na fase de classificação foram duas vitórias bauruenses, e por mais que Macaé tenha evoluído neste final, vencendo cinco de seus sete últimos duelos e contando com ótimas atuações do norte-americano Kendall Anthony (média de 19,7 pontos até agora), é difícil imaginar que os macaenses consigam derrotar os atuais vice-campeões nacionais em três partidas na melhor de cinco. Bauru sofreu com desfalques a temporada regular inteira (perdeu Hettsheimeir recentemente sobretudo), mas pode usar esta primeira fase do mata-mata para evoluir como time e ganhar corpo para as quartas-de-final, onde encontraria Brasília para fazer a reedição das semifinais de 2016.
Meu palpite: Bauru ganha em 3 jogos

Ale da Costa / Portrait

Paulistano (6º) x Basquete Cearense (11º) -> É o reencontro dos times em um mata-mata (em 2012/2013 o Paulistano venceu por 3-2), mas em contextos completamente diferentes. O Basquete Cearense, que fez excepcional campanha em 2015/2016 (19-9), rateou e foi inconstante demais em 2016/2017, fechando o campeonato com mais derrotas que vitórias (12-16 e uma queda de sete triunfos). Do outro lado o Paulistano, comandado pelo ótimo técnico Gustavo de Conti, aposta em uma molecada de muito valor. Pelo que fez no campeonato até o momento (16-12), pelas duas vitórias na fase de classificação e pelo mando de quadra daria pra cravar sem medo o time de São Paulo nas quartas-de-final para enfrentar Franca, mas o lado emocional pode pesar um pouco. Georginho (que estará aqui em entrevista na quinta-feira, data do jogo 1 desta série) e Lucas Dias estarão liderando pela primeira vez um elenco em pós-temporada e isso pode frear um pouco o avanço do Paulistano.
Meu palpite: Paulistano supera rival em 5 jogos

Paulo Fernandes / Vasco

Vitória (7º) x Campo Mourão (10º) -> É o duelo de dois dos times mais surpreendentes do NBB até agora. O Vitória começou bem, ficou no G4 a temporada quase inteira, mas neste final perdeu um pouco da tração e foi caindo pelas tabelas ao perder seis dos seus últimos oito jogos. Campo Mourão, estreante, teve fase regular parecida. Sempre lá em cima, mas neste final cinco derrotas consecutivas e campanha negativa (13-15). Nos dois últimos duelos da primeira fase, inclusive, não conseguiu marcar mais do que 55 pontos (42 contra Franca e 54 contra Bauru, números baixíssimos) Aparentemente para os dois lados o que acabou influenciando foi o fato de os dois elencos não serem tão numerosos assim e os técnicos, já pensando nos playoffs, deram uma bela desacelerada nas rotações. Gosto bastante do duelo que poderemos ter nas alas, com os baianos colocando Keyron, Andre Goes e Arthur para marcar Betinho, o melhor jogador de Campo Mourão e um dos cestinhas do NBB com 19,2 pontos. Creio que a experiência de Régis Marrelli, técnico do Vitória, seja um fator importante para este duelo, embora reconheça o bom trabalho feito por Emerson de Souza na equipe paranaense.
Meu palpite: Vitória passa em 4 jogos

Thiago Moreira / Vasco

Pinheiros (8º) x Vasco (9º) -> Certamente o duelo mais equilibrado desta primeira fase de playoff do NBB. Os dois times, que se enfrentaram na última rodada da temporada regular (vitória vascaína por 81-72 em São Paulo), abrem o duelo nesta terça-feira em São Januário e prometem se engalfinhar até a última gota neste mata-mata. Vale destacar o confronto de dois dos melhores jogadores deste NBB: Desmond Holloway, cestinha do Pinheiros com 18,5 pontos, e David Jackson, autor de 16,9 pontos pelos vascaínos. São dois dos melhores atletas deste campeonato e que jogam na mesma posição. Vamos ver o que os dois técnicos, Cesar Guidetti do Pinheiros e Dedé, do Vasco, têm em mente para frear o ímpeto ofensivo destas peças. Além disso destaco o embate entre os armadores Bennett, do Pinheiros, e Nezinho, do Vasco. Bennett é atlético, venceu o campeonato de enterradas neste ano, e agride a cesta com facilidade e tem 14,2 pontos de média até agora. Nezinho, experiente toda vida, sofreu com lesões e retornou ao cruzmaltino apenas na última semana da fase inicial. No jogo que vi, contra o Paulistano dos garotos Georginho e Arthur Pecos, ele sofreu um pouco pela questão física. Pode ser que os pinheirenses explorem isso muito bem a partir de hoje inclusive. No final, creio que a torcida possa ajudar os vascaínos a passar de fase.
Meu palpite: Vasco avança em 5 jogos

Concorda comigo? Tem palpite para esta oitavas-de-final do NBB? Comente você também!

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Topo