Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Em busca do 'incômodo', Lucas Dias assina com o Paulistano

Fábio Balassiano

2014-07-20T16:00:14

14/07/2016 00h14

lucas2Um dos principais nomes da nova geração do basquete brasileiro, Lucas Dias, All-Star em 2016 e eleito o Destaque Jovem do NBB quando teve as ótimas médias de 15,9 pontos, 5,4 rebotes e duas assistências em 32 minutos/jogo pelo Pinheiros, está de casa nova para a temporada 2016/2017.

Assim como o armador George Lucas, o Georginho, Lucas trocou o Pinheiros pelo Paulistano, eterno rival e vizinho de Jardins. O motivo é um só – o ala quer ser "incomodado".

Lucas4"Achei que para o meu crescimento pessoal e profissional era importante ver situações novas, diferentes das que já tinha vivido. Posso te dizer com toda sinceridade que ter o Gustavo de Conti como técnico pesou nesta decisão também, bem como o plano de trabalho que o clube me apresentou. Não quero ser mais um na modalidade. Surgi muito bem, você acompanhou, dei uma caída, treinei muito para ter uma boa temporada, como foi a passada, e não quero sentir o gosto amargo que senti de novo. O NBB passado foi de retomada e agora quero seguir crescendo", afirmou ao blog Lucas, que contou com o apoio de Diego, seu irmão, Neia, sua mãe, e Denise Focosi, seus anjos da guarda para tomar uma das decisões mais difíceis de sua vida.

gustavo11Entenda-se pelo incômodo citado lá em cima a carga de trabalho do exigente técnico Gustavo de Conti, ótimo desenvolvedor de atletas e muitíssimo focado em sistemas defensivos (uma dos pontoa a desenvolver de Lucas Dias, diga-se), o plano de treinamentos específicos que será aplicado tanto ao ala quanto a Georginho e está claro que Lucas está pensando não só em se manter bem no NBB, mas em dar, de forma segura, o próximo passo em sua carreira. Ligando os pontos: em 2017 ele terá a sua última oportunidade direta de ir para tentar chegar à NBA via Draft.

lucas1"Sem dúvida que isso pesou na minha decisão. Quero estar novamente bem, evoluir nos pontos que preciso e estar preparado para atingir o maior objetivo que tenho na minha carreira, que é jogar na NBA e também na seleção, disse o ala, que operou o joelho recentemente, motivo pelo qual não esteve em nenhuma convocação de 2016

Ao Pinheiros, dá pra imaginar a tristeza de perder de uma tacada das três principais revelações de sua divisão de base (Lucas, George e Humberto, que foi para o Flamengo), mas é importante que o clube entenda os motivos que fizeram os atletas tomarem estas decisões. O que pode ser pensado para que os jovens valores sejam criados e que queiram ficar por lá? É algo que a diretoria precisa pensar com muita calma.

ld3Para Lucas, só resta desejar sorte nesta nova etapa. Sempre foi um garoto muito focado, dedicado e que precisa de alguém para guiá-lo, treiná-lo e tirá-lo da zona de conforto. Alguém para decididamente fazê-lo sentir desconfortável, algo natural para os atletas que querem evoluir.

Este alguém será Gustavo de Conti, um dos melhores técnicos e mais promissores treinadores do país. O casamento tem tudo para render muitos frutos no Paulistano, que disputará além do NBB também a Liga Sul-Americana na próxima temporada.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.