Bala na Cesta

Título da LDB coroa brilhante trabalho de base do Pinheiros

Fábio Balassiano

14/12/2015 00h45

ecp1

ecp5Foi a final, digamos, mais justa possível da Liga de Desenvolvimento de Basquete (LDB). Se o objetivo da competição Sub-22 é estimular o surgimento de novos atletas, nada mais bacana que a decisão que vimos ontem à noite. Em duelo envolvendo dois dos melhores clubes formadores do basquete brasileiro, o Pinheiros venceu o Minas por 81-78, sagrou-se campeão de forma inédita da competição em uma partida bem disputada, mas não tão bem jogada assim (tema para outro texto, prometo). Ganhar torneios de base nunca é algo que veja como essencial e/ou fundamental, mas a conquista de ontem merece um capítulo especial.

minas1Antes de falar do Pinheiros, vale citar o Sport-PE, que ganhou o bronze ao vencer o Brasília por 69-58, e mantém ótimo projeto de basquete (da base ao adulto, que na temporada passada jogou a Liga Ouro inclusive), e o próprio Minas, cujo núcleo principal formado por Danilo Fuzaro, Léo Demétrio e Henrique Coelho (eles na foto) já tem tempo de quadra no time adulto inclusive (29,4, 22,2 e 31,9 minutos por partida na temporada 2015/2016 do NBB). Time adulto, do Minas, que é dirigido também pelo bom técnico Cristiano Grama (bem promissor aliás). São agremiações que fazem bom trabalho de base (o do Minas é excepcional) e que merecem os parabéns também.

ecp1Mas, bem, voltando a falar do campeão Pinheiros, que viu todo seu grupo de atletas jogar muito bem principalmente as duas fases finais. Pode parecer clichê, mas a conquista deste domingo não começou há pouco tempo, não. Vem lá de trás, vem de muitos anos, de um projeto de formação muito bem planejado e que revelou, entre outros, Bruno Caboclo (hoje na NBA) e os agora campeões Lucas Dias (MVP do torneio, pronto para voos mais altos no jogo adulto inclusive e tema de texto logo mais), Humberto, Georginho, Leo Bispo, entre outros (o outro titular, Gustavo Scaglia, bom jogador, foi contratado para esta temporada).

cesar1Mérito da, à época, diretoria liderada por João Fernando Rossi, atualmente presidente da Liga Nacional e que tinha, com ele, um grupo de profissionais de primeira linha. Naquela época ele buscou de todas as maneiras investir nos atletas e sobretudo na capacitação dos técnicos (algo esquecido por aqui, infelizmente). Entre eles cito (e certamente esquecerei de alguém) o técnico César Guidetti (foto), treinador também da equipe adulta, e Thelma Tavernari, uma das melhores formadoras de jogadores deste país (se este fosse um país que visasse a melhor formação do país o nome dela deveria estar em TODAS as rodas de discussão do tema).

ecp3Por isso o título do Pinheiros merece ser comemorado pelos atletas e aplaudido por nós, que acompanhamos e gostamos da modalidade. Não pela taça em si, que, insisto, na base vale muito pouco quando o assunto é basquete de base (o que vale, vale mesmo, é revelar garotos para o time de cima), mas sim por representar a coroação de um trabalho belíssimo, estruturado, planejado e coerente iniciado lá atrás, há quase uma década para ser mais preciso e justo.

O time pinheirense foi muito bem na LDB. A torcida, agora, é que essa garotada tenha espaço maior no time de cima (apenas Lucas Dias joga mais de 20 minutos no NBB) e que o brilhante plano de formação de atletas do clube continue de vento em popa.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Topo