Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Dez jogadores para ficar de olho no NBB que começa neste sábado - confira!

Fábio Balassiano

2006-11-20T13:15:00

06/11/2013 15h00

sha1A temporada 2013/2014 do NBB começa, enfim, neste sábado com o clássico Flamengo x Brasília aqui no Rio de Janeiro (10h, na HSBC Arena, com transmissão da TV Globo). E pensnaod no início do certame separei abaixo os dez jogadores com maior destaque na sexta edição no NBB (não está em ordem alguma – foi aleatória a escolha mesmo). Vamos lá:

1) Shamell (foto à direita) – O ala do Pinheiros começou muito bem a temporada com atuações acima da média no Mundial de Clubes contra o Olympiacos. Completamente recuperado da lesão no tendão que o afastou por alguns meses no ano passado, o norte-americano tem tudo para guiar o clube da capital de São Paulo a um grande campeonato.

muri12) Murilo (foto à esquerda) – Melhor jogador do NBB de dois anos atrás, o pivô trocou São José por Bauru e é a principal esperança do time de Guerrinha para enfim chegar a uma decisão do principal campeonato de basquete do país. É atlético, tem ótimo jogo de costas para a cesta e em âmbito nacional já provou fazer uma diferença incrível.

3) Marquinhos – Melhor jogador da temporada passada e principal responsável pelo título do Flamengo no NBB5, o ala ainda se recupera da lesão no joelho que o afastou da seleção brasileira. Ainda não tem data prevista para voltar, mas em quadra todos sabemos que a técnica de Marquinhos, principalmente no arremesso longo, é fantástica e fará a diferença a favor do rubro-negro.

4) Alex Garcia – Melhor defensor do país há anos, o ala de Brasília está entre os melhores jogadores do Brasil há no mínimo uma década, mas com Sergio Hernandez no comando da equipe brasiliense seu papel como principal marcador do time tende a se potencializar. Alex é um exemplo de comportamento profissional, e merece ser mais valorizado por aqui.

hollo15) Holloway (foto à direita) – Um dos principais cestinhas da edição passada do NBB com 20,3 pontos, o magriça trocou a Liga Sorocabana pelo Paulistano. Com 23 anos e 1,92m, foi cortejado por times da D-League dos Estados Unidos mas acabou ficando por aqui mesmo. Tem uma apetite imensa no ataque e boa postura defensiva. Sua chegada, bem como a de Cesar e Dawkins, coloca o Paulistano no hall dos bons times deste NBB.

6) David Jackson – Esta é uma escolha arriscada do blogueiro, mas vale a pena. Jackson passou rápido por aqui recentemente, quando jogou no Flamengo na temporada 2011/2012 (16,2 pontos de média). Voltou para a Argentina, onde é ídolo e uma das principais figuras da liga local há anos e agora retorna a Limeira. É um arremessador de mão cheia e tem tudo para fazer com que a equipe do técnico Demétrius dispute as primeiras posições do campeonato.

lucas17) Lucas Mariano (foto à esquerda) – Tudo vai depender muito de como estará seu estado psicológico após a traumática perda de seu irmão de 14 anos, falecido no fim de semana. Mas Lucas Mariano jogou muito bem na temporada passada por Franca e tem tudo para continuar se desenvolvendo sob o comando de Lula Ferreira. É um grande ala-pivô e pode continuar fazendo a diferença por aqui.

8) Robert Day – Day dividia com Collum a função de pontuar de for a do garrafão em Uberlândia. Mas Collum se foi e o norte-americano de Portland acabou se tornando ainda mais importante no esquema do time de Hélio Rubens. Alto, com boa leitura de jogo e arremesso certeiro, ele é um dos melhores jogadores do país há anos e será fundamental para a turma do triângulo mineiro tentar voltar à final do NBB nesta temporada.

9) Larry Taylor – Ele está longe de ser o jogador que encantou o país duas temporadas atrás. Parece mais lento e um pouco mais afobado, mas Larry é um dos caras mais talentosos do basquete brasileiro, sem sombra de dúvida. Junto com Murilo, Gui Deodato e Ricardo Fischer, o norte-americano naturalizado brasileiro é peça-chave na arrancada de Bauru rumo às primeiras posições do NBB.

gui110) Giovannoni (foto à direita) – Guilherme já não tem a mesma mobilidade de anos anteriores (e nem era para ter mesmo), mas sua técnica ainda está lá. Jogando em um esquema de jogo mais organizado com Sergio Hernandez sua boa leitura de quadra tem tudo para crescer, bem como seus números. É um dos líderes deste Brasília que quer renascer no NBB depois de ter ficado pela primeira vez longa da final da competição.

Ficou faltando alguém? Ia colocar Fúlvio, mas o armador de São José se machucou no joelho e está fora do NBB6. Quem será o MVP da temporada?

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.