PUBLICIDADE
Topo

Bala na Cesta

Deron Williams renova com os Nets, e Brooklyn terá um timaço pra torcer na próxima temporada

Fábio Balassiano

04/07/2012 00h30

A mensagem foi retuitada (os famosos RT's) mais de nove mil vezes até o momento em que escrevo este post. Com uma foto da logo da franquia Nets, e a frase "difícil decisão tomada", Deron Williams anunciou que permanecerá no time que disputou a última temporada por cinco anos e US$ 100 milhões.

A notícia é boa, mas não é tudo. Foi confirmada, por executivos de Nets e Atlanta, a troca que envia Jordan Farmar, Johan Petro, Anthony Morrow, Jordan Williams, DeShawn Stevenson por Joe Johnson e seu contrato não menos imenso (quase US$ 90 milhões pelos próximos quatro campeonatos). Um dia antes, Gerald Wallace renovou por quatro anos (US$ 40 mi).

Tem mais: o bósnio Mirza Teletovic, do Baskonia (13,1 pontos na temporada 2011-2012), teria acertado as bases salariais com o Nets para jogar na franquia as próximas três temporadas. Além dele, pode pintar por lá o croata Bojan Bogdanovic. Se isso não fosse tudo, uma troca envolvendo Brook Lopez, Kris Humphries, MarShon Brooks e escolhas de Draft pode, enfim, trazer Dwight Howard aos Nets. É difícil, uma engenharia financeira e de picks futuros precisa acontecer, mas não é possível, como escreveu John Hollinger em ótimo artigo ontem na ESPN, descartar o novo rico da NBA, não. E Jason Kidd, como reserva de D-Will, ainda pode pintar.

Isso tudo, minha gente, no Brooklyn, novo lar da franquia pilotada pelo magnata russo Mikhail Prokhorov e pelo rapper Jay-Z (este um dos mais influentes artistas dos EUA hoje; aquele, um dos 50 homens mais ricos do planeta) e bairro da moda em Nova Iorque.

Se Howard acertar, o quinteto inicial forma com Williams, Johnson, Wallace, Reggie Evans (também será trazido) e D12. Não é um time, mas um timaço capaz de brigar, sim, para ir a final da NBA. É óbvio que o banco ainda precisará ser reforçado, Avery Johnson terá trabalho para dirigir um elenco tão renovado e com egos e salários infladíssimos, mas não resta dúvida que temos, no Brooklyn, a nova casa das estrelas da liga.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.