PUBLICIDADE
Topo

Bala na Cesta

Alto-falante: Iziane e a ansiedade da estreia em seu primeiro Pan-Americano

Fábio Balassiano

19/10/2011 10h34

"É o meu primeiro Pan. Então, é lógico que eu quero muito esse título. Não podemos entrar de salto alto. Temos de jogar com seriedade, pensar apenas em atuar bem para que as pessoas que estão assistindo tenham vontade de jogar. É com esse pensamento que devemos entrar em quadra"

A frase é de Iziane, que estreia em Pan-Americanos em Guadalajara, ao site da Confederação Brasileira. A ala, que, cansadíssima, não teve um Mundial de 2010 brilhante (apesar dos 13,4 pontos, apenas 386% nos chutes e 2,6 erros por partida), volta a defender a seleção brasileira e será comandada pela primeira vez por Ênio Vecchi, técnico campeão da Copa América recentemente.

E se há uma coisa que vale a pena ficar ligado será em como Iziane assimilará as instruções de Ênio. Se compreendê-las e fizer tudo direitinho (leia-se "defender com correção e jogar coletivamente no ataque"), o Brasil cresce não para o Pan, mas sim para as Olimpíadas de Londres.

Resta saber se a jogadora irá "comprar" o discurso de Ênio.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.