Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Rainha Hortência, 60

Fábio Balassiano

23/09/2019 05h53

Uma das melhores jogadoras de todos os tempos completa 60 anos hoje. Hall da Fama da FIBA, Hall da Fama de Springfield (EUA), campeã mundial em 1994, medalhista de prata em 1996, campeã pan-americana em 1991, Hortência de Fátima Marcari completa 60 anos nesta segunda-feira.

Faltam adjetivos para descrever o que ela representou, e ainda representa, para o basquete brasileiro. Hortência, a Rainha, era a combinação da frieza de um serial killer com precisão de um atirador de elite. Com a bola nas mãos, eu nunca vi ninguém como ela. Ela tinha todos os golpes, todos os movimentos, toda fluidez para destroçar suas marcadoras com pontos de todos os lados. Sublime nos arremessos, quase perfeita nos lances-livres, exigente consigo e com suas companheiras, ela elevou o nível da posição (ala-armadora), do basquete brasileiro e do basquete mundial.

Nunca houve e nunca mais haverá alguém com o talento de Hortência. Sinceros parabéns para alguém que tanto dignificou a profissão de atleta e tanto respeitou o jogo de basquete, estudando-o, desenvolvendo-o e se capacitando para ser uma jogadora melhor a cada segundo. Se não foi perfeita, dentro de quadra a camisa 4 chegou muito perto disso.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.