Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Brasil divulga pré-lista para Mundial Masculino da China - confira nomes!

Fábio Balassiano

15/07/2019 11h16

O técnico Aleksandar Petrovic anunciou há instantes os 15 convocados para a Seleção Brasileira adulta masculina que vai dar início à preparação para a disputa da Copa do Mundo da China, que será realizada de 31 de agosto a 15 de setembro. A ausência mais sentida é a do pivô Nenê, que ainda não decidiu o seu futuro (se continua atuando na NBA ou se retira do esporte). Outro nome que chamou atenção neste sentido é o de Raulzinho, armador recém-contratado pelo Philadelphia 76ers e que ainda não se recuperou de lesão no tornozelo.

No grupo, cuja média de idade é de 29,4 anos, destacam-se os nomes dos veteranos Anderson Varejão, Marcelinho Huertas, Alex Garcia, Marquinhos e Leandrinho, além dos jovens Didi, Yago e Bruno Caboclo. Até o final da preparação, Petrovic terá que fazer três cortes para chegar à lista final de 12 nomes para a disputa da competição.

No torneio em solo chinês, são 8 grupos com 4 seleções cada. Na primeira fase, as 4 jogam entre si. Avançam para a segunda os 2 melhores, carregando consigo os resultados iniciais. Formam-se novos grupos de 4 seleções e os times que não se enfrentaram na fase inicial medem forças (no site da FIBA este caminho está bem explicado). Os grupos da segunda etapa serão formados por equipes qualificadas dos grupos A/B, C/D, E/F e G/H. Os dois melhores vão às quartas-de-final, aí sim em mata-mata simples até a decisão no dia 15 de setembro.

Pro Brasil, então, está bem claro. Na chave F, o time pega na fase inicial, pela ordem, Nova Zelândia (31/08), Grécia (02/09) e Montenegro (04/09). Se avançar, forma o grupo com 4 seleções com os dois primeiros do grupo E (EUA, Turquia, República Tcheca e Japão, do técnico argentino Julio Lamas). EUA e mais alguém, vamos ser claros. E não custa lembrar. O Mundial já qualifica de cara pras Olimpíadas de Tóquio-2020 os sete melhores da seguinte maneira: melhor time africano, os dois melhores das Américas, os dois melhores da Europa, o melhor da Ásia e o melhor da Oceania. Os Pré-Olímpicos de 2020 contarão com 16 equipes e serão espalhados pelo Mundo, e não de forma continental. Fiz análise a respeito das chances do Brasil aqui.

Divulgação / FIBA

A apresentação do elenco está marcada para 25 de julho (quinta-feira), em Anápolis (GO). De 26 de julho a 07 de agosto, a equipe nacional treina na cidade goiana. No dia 08 de agosto, o Brasil enfrenta amistosamente o Uruguai, ainda em Anápolis (GO). Já no dia 10 de agosto, a Seleção Brasileira volta a jogar contra a equipe uruguaia, desta vez em Belém (PA). Posteriormente, a delegação brasileira, já com os 12 jogadores definidos, embarca com destino a Lyon, na França. De 14 a 17 de agosto, o Brasil treina e joga um torneio amistoso por lá. Depois disso, viaja para Guangzhou, Wuhan, Liaoning e Nanjing, na China, com jogos e treinamentos.

"Essa convocação traz três pontos importantes no grupo: o primeiro é contar com alguns jogadores mais experientes, que todos queriam ver atuando pela Seleção Brasileira. O segundo reúne os atletas que estão jogando na NBA: Caboclo e o Felício, que todos têm muita vontade de ver jogando pelo selecionado nacional. Já o terceiro é formado por dois jovens – Didi e Yago – que chegam bem das 'janelas' das Eliminatórias, que disputamos durante um ano e meio. Com isso, o grupo apresenta uma mescla boa, com todos os jogadores podendo jogar em alto nível, por isso me sinto contente com os atletas que foram convocados para iniciar a preparação no dia 25. Depois disso, eu tenho um momento complicado, em que terei que definir os 12 jogadores, mas essa é uma tarefa que todos os treinadores têm que fazer", disse Petrovic através da assessoria de imprensa.

Convocados:
ARMADORES: Marcelinho Huertas, Rafa Luz e Yago
ALAS: Alex Garcia, Jhonatan Luz, Leandrinho, Didi, Marquinhos e Vitor Benite
PIVÔS: Augusto Lima, Anderson Varejão, Bruno Caboclo, Cristiano Felício, Lucas Dias e Rafael Hettsheimeir.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.