Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Por que NBA terá temporada mais equilibrada dos últimos anos

Fábio Balassiano

08/07/2019 04h53

A temporada 2019/2020 da NBA só começa em 3 meses, mas já dá pra ter uma certeza: vai ser o campeonato mais disputado dos últimos anos. E isso se explica pela lista abaixo:

  1. Kawhi Leonard
  2. Anthony Davis
  3. Paul George
  4. Kevin Durant
  5. Jimmy Butler
  6. Al Horford
  7. Kemba Walker
  8. Kyrie Irving
  9. D'Angelo Russell
  10. DeMarcus Cousins

Sim, nada menos que dez jogadores com presença no All-Star Game trocaram de equipe do último para o próximo campeonato, deixando a NBA absurdamente equilibrada, aberta e sem um favorito destacado em nenhuma das duas conferências. Ao contrário da temporada 2018/2019, quando o Golden State Warriors parecia nadar de braçada (sem as lesões, claro), em 2019/2020 parece que o equilíbrio vai prevalecer porque ao contrários dos supertimes recheados de estrelas que vimos nos últimos anos agora o número de craques está mais bem espalhado. Dá uma olhadinha nessa foto abaixo:

Falta, claro, muita dupla boa, sobretudo a do Denver Nuggets (Jamal Murray e Nikola Jokic) e a do Portland (Damian Lillard e CJ McCollum), além da do San Antonio Spurs (DeMar DeRozan e LaMarcus Aldridge), mas dá pra ter uma noção do que veremos em 2019/2020 da NBA, né?

No Leste, o Bucks do MVP Antetokounmpo perdeu apenas Malcolm Brogdon, mas trouxe Wes Matthews, Robin Lopez e manteve o elenco praticamente inteiro. Se o Toronto ficou bem mais fraco sem Kawhi Leonard e o Boston um pouco menos forte sem Kyrie Irving e Al Horford (embora com Kemba Walker e os dois garotões com mais liberdade – Jayson Tatum e Jaylen Brown), o mesmo não se pode dizer do Sixers, por exemplo, que renovou com Tobias Harris, continua com Joel Embiid e Ben Simmons, e trouxe Horford para o garrafão (Raulzinho para ser reserva de Simmons também). O Indiana Pacers, com Brogdon e Jeremy Lamb, também será forte. Não dá pra tirar o olho de Detroit Pistons (Derrick Rose e Blake Griffin) e nem de Miami Heat (Goran Dragic – ainda… – e Jimmy Butler).

O nome que mais chama atenção é o do Brooklyn Nets, porém. O time trouxe Kyrie Irving para jogar desde o início da temporada e sonha que Kevin Durant possa atuar depois do All-Star Game. Caso isso aconteça, o bom elenco do Nets terá duas cerejas para seu bolo visando a pós-temporada. De time regular, a franquia até então patinho-feio de Nova Iorque torna-se uma das favoritas ao título do Leste.

No Oeste, todos os olhos se voltam, claro, para o Los Angeles Clippers, que terá Paul George e Kawhi Leonard juntos de Patrick Beverley neste que promete ser o melhor perímetro defensivo da NBA em anos. O time manteve a base (Ivica Zubac, o pivô, também renovou), tem um técnico campeão (Doc Rivers) e ainda pode preencher o elenco com bons veteranos.

Além do Clippers, o rival de cidade, o Lakers, já tinha LeBron James, fechou com Anthony Davis e também com um punhado de veteranos (DeMarcus Cousins, Jared Dudley e Danny Green, além de manter Rajon Rondo, Alex Caruso, Kyle Kuzma, JaVale McGee e Kentavious Caldweell-Pope). Se não será um supertime que seria com Kawhi, que poderia também ter fechado por lá, é, sim, um elenco bem forte e com chance de ir longe.

O Rockets (Chris Paul e James Harden), o Nuggets (Jokic e Murray), Blazers (Lillard e McCollum), Spurs (Aldridge e DeRozan), o Warriors (Steph Curry, Klay Thompson e agora D'Angelo Russell), Jazz (Donovan Mitchell, Rudy Gobert e Mike Conley) também são candidatos em uma conferência que, na real da real, só conta com dois times que não devem brigar por uma vaga no playoff (Memphis Grizzlies e Phoenix Suns).

Se já era emocionante, as mudanças de atletas, dividindo as forças, transformaram a NBA em um campeonato ainda mais sensacional de se assistir. Muita coisa ainda vai acontecer, mas a temporada 2019/2020 já pode ser apontada como a mais equilibrada em anos.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.