Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Decisão tomada: campeão Kawhi Leonard assina com o Clippers, que também contrata Paul George

Fábio Balassiano

06/07/2019 05h01

Montagem Instagram Clipper Nation

Demorou, mas enfim saiu a decisão de Kawhi Leonard, um dos agentes-livres mais cortejados do mercado atual da NBA. Campeão e MVP com o Toronto Raptors na temporada 2018/2019, o ala decidiu assinar com o Los Angeles Clippers por 4 anos e US$ 142 milhões, de acordo com o Woj, jornalista da ESPN americana.

A franquia de Los Angeles, aliás, também conseguiu de forma surpreendente trocar para fechar com Paul George, que foi convencido por Kawhi a solicitar uma transferência do Thunder para o Clippers, Dessa forma, o Oklahoma City Thunder teve que despachar seu All-Star sem muito diálogo para a Califórnia em troca do armador Shai Gilgeous-Alexander, do ala Danilo Gallinari, de seus picks de 2022, 2024, 2026, e de 2021 e 2023 do Miami.

Aos 28 anos, Kawhi Leonard foi disparado o melhor jogador do playoff de 2019, sendo o responsável por guiar o Toronto Raptors ao inédito título da NBA. Também MVP das finais de 2014, com o San Antonio Spurs, o ala tomou uma decisão até certo ponto inesperada, já que as apostas ficavam mais entre Lakers e Raptors como destinos do craque.

Feliz e ciente de que sua tática de abrir a folha salarial para atrair craques deu certo, o Los Angeles Clippers ainda havia conseguido renovar com Patrick Beverley (armador) e tem no elenco os ótimos Montrezl Harrell e Lou Williams vindo do banco. Cabe agora a Lawrence Frank, o presidente do time, fechar o elenco com um pivô (o croata Ivica Zubak pode permanecer) e demais peças de apoio a Kawhi e Paul George. De cara o Clippers se torna um dos favoritos ao título do Oeste e também mantém acesa a rivalidade com o Lakers, já que os dois times de Los Angeles serão fortíssimos no próximo campeonato. Mais uma cesta de três do genial Jerry West, uma lenda da NBA que foi contratada como consultor da equipe na temporada passada e fez arquitetou todos os movimentos para a chegada de Leonard.

O Lakers, agora, fica desesperado para terminar de montar seu elenco com as peças que ainda estão no mercado e o Toronto, por sua vez, a ver navios, já que sem Kawhi, seu craque e sua melhor peça, fica à deriva, totalmente sem chance de repetir o caneco em 2020. A troca envolvendo Leonard por DeMar DeRozan em 2018 valeu um título, lógico, mas 12 meses depois resultou, graças ao inigualável jeito silencioso do camisa 2, no fato da franquia ficar sem seus dois principais jogadores já que DeRozan está no San Antonio Spurs.

E você, achou o quê sobre a decisão do craque pelo Clippers?

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.