Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Raptors e Spurs encaminham acordo pra troca entre DeMar DeRozan e Kawhi Leonard

Fábio Balassiano

18/07/2018 07h23

Um dos nomes mais relevantes desta janela de transferência da NBA, Kawhi Leonard aparentemente já tem destino certo visando a próxima temporada. Insatisfeito no San Antonio Spurs, o ala solicitou troca para o Los Angeles Lakers, mas os texanos têm ideia bem diferente disso.

De acordo com a ESPN, o San Antonio está despachando Kawhi para o Toronto Raptors em troca de ninguém menos que DeMar DeRozan, melhor jogador da franquia canadense. A publicação americana, aliás, demonstra que nenhum dos dois atletas estaria curtindo muito a negociação (como não há poder de veto, ambos não podem fazer nada a respeito, porém).

Atualização do post às 11h30: A troca foi confirmada. Spurs enviam Kawhi Leonard e Danny Green (alas). Raptors enviam DeMar DeRozan, Jakob Poetl (pivô) e um pick protegido de primeira rodada (posições 1 a 20).

Para o San Antonio Spurs, aparentemente é um ótimo negócio. Kawhi já disse que não quer estar com a franquia e não havia outra alternativa que não trocá-lo. Sendo assim, adquirir um All-Star e com contrato longo (até 2020/2021 garantido) faz muito sentido para a equipe, que tem carência na posição de ala-armador (a de DeRozan) e que pode pensar em um projeto de reconstrução de longo prazo.

Confesso, sinceramente, não entender o movimento (arriscado demais) do Toronto Raptors. Os canadenses, frustrados pelas derrotas no Leste nos anos anteriores, realmente precisavam de uma tacada de mestre para, agora com a conferência aberta com a saída de LeBron James, enfim chegar à final da NBA. Mas abrir mão de sua principal estrela (e com contrato até 2021, lembremos) para adquirir um jogador com contrato expirante (Leonard pode SAIR ao final de 2018/2019) me parece um risco bem grande.

Noves fora, claro, a situação física de Kawhi, que jogou apenas nove partidas no último campeonato e cujas informações médicas são pouco precisas, já que ele não fala com o Spurs há séculos. Bem fisicamente, o camisa 2 texano pode levar o Toronto longe, mas e como seria o futuro provavelmente sem ele? Leonard já disse que não garante a nenhum time que assinará um contrato longo a partir de 2019. Ou seja: se rolar a troca mesmo, será apenas e tão somente para 2018/2019. E depois é outra história – que pode ser diferente pras duas partas. Talvez o que o Raptors esteja levando em conta seja o mesmo movimento realizado pelo OKC, que trocou por Paul George também em ano derradeiro de contrato e, durante o ano, conseguiu convencer o ala a permanecer em Oklahoma por mais tempo (4 anos mais).

E você, o que acha? O acordo deve ser anunciado nesta quarta-feira, conforme a ESPN informa em seu site também.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.