Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Projetando e palpitando as quartas-de-final do NBB

Fábio Balassiano

14/04/2018 10h30

Após quatro séries BEM emocionantes de oitavas de final o NBB começa hoje (14h com Caxias do Sul x Mogi – Band exibindo) as quartas-de-final da competição. Há de tudo um muito em relação às atrações: Leandrinho e Anderson Varejão em quadra, o duelo sempre intenso entre Bauru e Franca, os empolgados Basquete Cearense, Mogi e Caxias que enchem seus ginásios, o incansável Minas, que venceu o jogo 5 em Salvador contra o Vitória em três prorrogações, o embalado Paulistano e, claro, o sempre favorito Flamengo. Vamos às análises das quartas-de-final então (datas, horários e transmissões aqui).

Podcast Bala na Cesta analisa os playoffs da NBA e do NBB

Flamengo x Minas
Análise: O Minas vem empolgado e com a confiança na lua depois de vencer o jogo 5 em Salvador na terceira prorrogação contra o Vitória, isso não há dúvida. Mas não sei se isso é suficiente para vencer o todo poderoso Flamengo. Roquemore é muito bom, Wesley é uma baita surpresa, Gegê tem uma armação segura, mas do outro lado há Anderson Varejão, Marquinhos, Ramon, JP Batista, Olivinha, Cubillan, Pecos e tantos outros. Se os mineiros quiserem prolongar um pouco a temporada é praticamente mandatório vencer o jogo 1 neste domingo em Belo Horizonte (14h, com Sportv).
Palpite: Flamengo 3-0

Foto: Instagram Paulistano

Paulistano x Basquete Cearense
Análise: Está aí uma série com técnicos de estilos bem diferentes (Gustavo de Conti e Alberto Bial), um jogador que foi muito bem em um time e agora está no outro (Betinho, ala atualmente no Basquete Cearense), uma equipe mega empolgada após vencer na primeira rodada (os cearenses) e a outra descansada após uma primeira fase brilhante (os paulistanos). Elenco por elenco não há dúvida que os comandados de Gustavo de Conti possuem mais armas e mais peças para avançar, mas acredito que esta série se estenderá bastante devido ao fator casa em Fortaleza e também ao fator "jogar sem pressão alguma" por parte da equipe de Alberto Bial, que já cumpriu sua função de vencer uma série de playoff e se colocar entre os oito melhores do país.
Palpite: Paulistano 3-2

Franca x Bauru
Análise: Disparada a série mais disputada destas quartas-de-final. E que conta com um asterisco importante. Leandrinho está fora no mínimo dos três primeiros jogos da série, já que ainda se recupera da cirurgia realizada recentemente. E isso pode mudar muito os rumos do confronto. Os bauruenses mostraram uma inconstância defensiva surreal pros padrões Demétrius (o técnico), não sabem bem se terão Alex em boa forma física e do outro lado, mesmo sem Leandrinho, há inúmeras armas que podem castigar Bauru na defesa (duas inclusive bem conhecidas – Jefferson e Leo Meindl foram campeões do NBB na temporada passada). No final das contas, creio que o mando de quadra e também a volta de Leandrinho levarão os francanos adiante.
Palpite: Franca 3-2

Foto: Instagram Mogi

Mogi x Caxias do Sul
Análise: Mogi conseguiu descansar após a final da Liga das Américas e recolocar na melhor forma seu trio de gringos (Shamell, Tyrone e Larry), a principal força do time. Do outro lado há um time que jogou absurdamente bem a primeira fase e também as oitavas-de-final, e que conta com um atleta em um momento bastante especial. Cauê Borges é um dos melhores jogadores deste NBB e pode fazer um belo estrago nas quartas-de-final. Os mogianos, creio eu, estão escaldados com a eliminação precoce em 2017 diante do Vitória e sabem que não podem vacilar se quiserem chegar a sua primeira final do principal campeonato de basquete do Brasil. Acredito em uma série bem longa e com bastante ajuste por parte dos dois bons técnicos – Guerrinha por Mogi e Rodrigo Barbosa por Caxias do Sul.
Palpite: Mogi 3-2

Concorda comigo? Comente você também!

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.