Bala na Cesta

Sete jovens que estão prontos para se tornarem estrelas na NBA

Fábio Balassiano

12/10/2017 06h20

Depois de fazer as previsões sobre as conferências Leste e Oeste, hoje coloco seis jovens que estão prontos para se tornar estrelas da NBA na próxima temporada. Vamos lá!

1) Nikola Jokic -> Prestes a completar 23 anos, o pivô sérvio do Denver Nuggets é um dos melhores passadores da NBA e inaugurou na liga a categoria point-center (pivô armador). Dono de visão de jogo absurda, Jokic viu a franquia do Colorado montar um bom elenco de apoio ao seu redor e começando a sua terceira temporada na liga tem de tudo para ter números ainda melhores em relação aos de 2016/2017. Caso consiga levar o Nuggets aos playoffs, será uma façanha.
Médias em 2016/2017: 16,7 pontos, 9,8 rebotes e 4,9 assistências.

2) Myles Turner -> Com a saída de Paul George, o Indiana Pacers deposita as esperanças de dias melhores no pivô de 21 anos. Indo para a sua terceira temporada na NBA, Turner foi crescendo aos poucos e agora terá bem mais chances de arremessar do que em 2016/2017, quando chutou “apenas” 10,7 bolas por partida. Seu arremesso é bom, sua técnica é apurada e seu potencial físico é também elogiável. Cinco, dez anos atrás ele seria um excepcional projeto de ala-pivô. Em uma liga que dá de ombros pros gigantões, Turner foi deslocado para o pivô, onde tem jogado muito bem desde 2016/2017. Vejamos como seus números potencializados serão refletidos em vitórias pros Pacers.
Médias em 2016/2017: 14,5 pontos, 7,3 rebotes e 1,3 assistências.

3) Karl Anthony-Towns -> Prestes a completar 22 anos, KAT, como é conhecido, é o “unicórnio” do Minnesota. Entrando em sua terceira temporada e sendo treinado para ser um jogador dominante na NBA, Towns agora tem ao seu lado um elenco experiente (Jamal Crawford, Jeff Teague, Taj Gibson e Jimmy Butler) para ajudá-lo a crescer como atleta e profissional. Suas duas primeiras temporadas foram bem acima da média, bem excepcionais, bem esfuziantes. Vamos ver, agora, se o camisa 32 do Wolves consegue chegar ao próximo nível e se já está apto a colocar o Wolves em condição de brigar por vaga no playoff do Oeste.
Médias em 2016/2017: 25,1 pontos, 12,3 rebotes e 2,7 assistências.

4) Kristaps Porzingis -> O letão agora não terá mais Carmelo Anthony ao seu lado e é a principal aposta do Knicks para voltar a ser um time respeitado na NBA. Minha única dúvida é saber se a pressão nova-iorquina, sempre forte e passional, começará a ser direcionada para Porzingis, até então tratado com muito amor e carinho. Sendo ele o foco principal, e sem Carmelo por perto, é bem provável que mídia e torcedores esperem dele números de primeiro nível, performances geniais e um pouco menos de derrotas em relação aos últimos anos. Dono de ótima técnica e melhorando cada vez mais a sua mobilidade, o ala-pivô de 22 anos tem tudo pra ser All-Star pela primeira vez em sua carreira.
Médias em 2016/2017: 18,1 pontos, 7,2 rebotes e 1,5 assistências.

5) Andrew Wiggins -> Pode parecer exagero colocar o ala canadense que está indo para a sua quarta temporada neste grupo, mas o ala que renovou seu contrato por mais 5 anos com o Minnesota jogou muitíssimo bem na temporada passada. Pode, sem dúvida, evoluir em seu arsenal ofensivo, ser mais agressivo no perímetro (apenas 3,5 tentativas longas/jogo) e um pouco mais “pesado” na defesa, mas vale lembrar que ele tem apenas 22 anos. Jogando com Jimmy Butler ao seu lado é muito possível que ele evolua ainda mais e que a pressão por pontuar em quase todos os ataques em que a bola não estava em Karl Anthony-Towns em 2016/2017 diminua.
Médias em 2016/2017: 23,6 pontos, 4,0 rebotes e 2,3 assistências

6) Jusuf Nurkic -> Nascido na Bósnia, o pivô de 23 anos foi trocado pelo Denver Nuggets, onde disputava tempo de quadra e espaço com Jokic, na temporada passada e se encontrou muitíssimo bem em Portland. Dominou o garrafão, teve liberdade do técnico Terry Stotts para chutar e passar, simpatia de Damian Lillard, o dono do time, e força para ser o líder dos rebotes que o time tanto precisava. Novamente titular do Blazers, Nurkic pode ficar ainda melhor mais entrosado com Lillard e CJ McCollum e com mais confiança ainda para arriscar.
Médias em 2016/2017: 15,2 pontos, 10,2 rebotes e 3,2 assistências

7) Joel Embiid –> Perto de completar 24 anos, o pivô camaronês firugaça do Sixers recebeu um presentão de aniversário quando viu o Philadelphia renovar seu contrato por US$ 148 milhões e cinco anos. Embiid, claro, tem muito talento, é carismático e pode ser ainda mais dominante. Seu histórico de lesões, no entanto, preocupa demais. Vale lembrar que ele foi selecionado no Draft em 2014, só jogou pela primeira vez em 26 de outubro de 2016 e na temporada passada só atuou em 31 jogos e 786 minutos. Caso se mantenha saudável, poderá explodir ainda mais seus já bombados números de 2016/2017 e se tornar All-Star no Leste.
Médias em 2016/2017: 20,2 pontos, 7,8 rebotes e 2,1 assistências

Concorda comigo? Faltou alguém? Comente você também!

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Bala na Cesta
Topo