Topo
Bala na Cesta

Bala na Cesta

Técnico vice-campeão da NBA é diagnosticado com esclerose, mas quer continuar treinando

Fábio Balassiano

20/08/2019 04h00

Divulgação Olympiacos

David Blatt é considerado um dos melhores treinadores da história do basquete europeu. Campeão continental com clube (Maccabi Tel-Aviv em 2014) e seleção (Rússia em 2007), o treinador de 60 anos teve uma passagem breve de um ano e meio na NBA, onde foi vice-campeão com o Cleveland Cavs, de LeBron James, em 2015, de onde foi demitido após desavenças com LeBron em 2016.

Nesta segunda-feira Blatt divulgou uma carta através do site de seu atual time, o Olympiacos (Grécia) informando que foi diagnosticado com esclerose múltipla há alguns meses, tornando-a pública apenas agora.

"Esta é uma doença autoimune que muda em muitas formas sua qualidade de vida e sua habilidade para fazer as coisas mais simples. Tudo se torna mais difícil. Quando fui diagnosticado, tive um choque inicial e foi difícil para entender como que isso mudaria minha vida. Mas decidi que não ia desistir de nada", escreveu.

Ciente de que a doença dificulta das coisas mais básicas às complexas, Blatt, contudo, nem cogita parar de treinar no momento: "Eu sou treinador e minha função é liderar, ensinar e inspirar pessoas. Ser menos ágil não vai me dificultar em fazer estas coisas. Mas eu ainda tenho sorte. Tenho bons médicos, treinadores e fisioterapeutas que aceitam meus problemas e me ajudam a superá-los", destacou Blatt.

A imprensa internacional elogiou bastante a postura de Blatt, que tem se mostrado muito forte e recebendo inúmeras demonstrações de carinho. O treinador finalizou a sua carta citando outro grande nome do basquete, o renomado John Wooden, múltiplo campeão com UCLA no circuito universitário dos EUA e um dos maiores técnicos da história da modalidade.

"O grande John Wooden disse certa vez: "As coisas funcionam melhor para as pessoas que tiram o melhor da forma como as coisas funcionam. Minha condição não é um mar de rosas, mas muitos têm mais dificuldades. É minha responsabilidade ser um exemplo para todos continuarem a viver a sua vida da melhor maneira possível e nunca, nunca, desistir", finalizou.

Sobre o blog

Por aqui você verá a análise crítica sobre tudo o que acontece no basquete mundial (NBB, NBA, seleções, Euroliga e feminino), entrevistas, vídeos, bate-papo e muito mais.