Bala na Cesta

Analisando e palpitando as quartas-de-final do NBB

Fábio Balassiano

As quartas-de-final do NBB começaram ontem com belíssima vitória de Brasília contra Bauru fora de casa e na prorrogação (88-87). Hoje o Flamengo visita o Pinheiros (21h, com Sportv) e amanhã teremos Paulistano x Franca em São Paulo (14h, Band) e Vitória x Mogi (19h, Facebook do NBB). Vamos às análises e palpites:

Ricardo Bufolin: ECP

Flamengo x Pinheiros -> O Flamengo teve a melhor campanha da fase de classificação, está de folga há quase duas semanas e enfrentará um Pinheiros que vem de uma série difícil contra o Vasco (vitória em cinco jogos). Não obstante o cansaço do rival, o rubro-negro tem mais profundidade no elenco e um ótimo marcador (Ronald Ramon) para tentar deter Desmond Holloway, melhor jogador e cestinha pinheirense. Não será um confronto fácil, mas não creio que o time de José Neto sofra tanto assim.
Meu palpite: Flamengo em quatro partidas

Mogi x Vitória -> Outro duelo que eu também não vejo muito como dar zebra. O Vitória fez uma campanha brilhante, conta com um técnico muito bom (Régis Marrelli) e uma torcida que encherá o ginásio em Cajazeiras, mas do outro lado há um elenco com Shamell, Larry, Tyrone, Caio Torres, Filipin e muito mais – fora o treinador Guerrinha, que almeja a sua terceira final consecutiva com a equipe (Paulista e Liga Sul-Americana as anteriores). Os embates individuais entre Keyron e Shamell, Dawkins e Larry Taylor e Coimba e Caio Torres / Tyrone chamam a atenção.
Meu palpite: Mogi em quatro jogos

Franca x Paulistano -> Dois times extremamente jovens, com técnicos muito novos e promissores (Gustavo de Conti e Helinho) e dois estilos de jogo que não são tão diferentes assim. O time da capital de São Paulo e os francanos marcam muito forte, trocam incessantemente os jogadores para manter a intensidade em alta, possuem ótimas armas na armação (Coelho e Alexey pela equipe do interior de SP e Georginho e Arthur Pecos pelo CAP) e bons arremessadores do perímetro (Pedro e Lucas Dias). Acredito que esse duelo vá até o último jogo, e muito provavelmente até os cinco minutos derradeiros para ser decidido.
Meu palpite: Franca em cinco jogos

Brasília x Bauru -> Tá aí pra mim a série mais equilibrada desta fase. Embora Brasília tenha vencido ontem, acredito que o duelo esteja longe de estar decidido – longe. São dois elencos muito fortes, experientes e que sabem lidar com situações adversas. Vejo Brasília com alguma vantagem no garrafão, com Lucas Mariano, e na armação com Fúlvio em cima de Valtinho e Gegê, mas os bauruenses conseguem igualar as coisas com Alex e Jefferson, principalmente.
Meu palpite: Brasília em cinco jogos

Concorda comigo? Comente você também!

Tags : LNB NBB