Bala na Cesta

Lei do Ex e rede de TV ‘levam’ Bulls a improvável 2-0 contra o Celtics na NBA

Fábio Balassiano

A rodada de ontem dos playoffs da NBA teve três times que perderam as primeiras partidas jogando em casa nesta terça-feira para tentar evitar o 2-0 do rival e a consequente chance do oponente fechar a série em 4-0 nos próximos duelos.

E a maior surpresa acabou acontecendo em Boston, onde o Celtics foi atingido pela Lei do Ex e sobretudo pela rede norte-americana TNT. Armador do Chicago, Rajon Rondo (foto) foi titular do Celtics campeão em 2008. Ídolo da franquia, foi trocado em 2014, nunca engoliu a negociação e ontem deu o troco em grande estilo. O camisa 9 comandou as ações do seu time, fez 11 pontos, apanhou 9 rebotes, distribuiu 14 assistências e ainda roubou 5 bolas para liderar o Bulls a uma importante vitória de 111-97 para abrir 2-0 na série. Os próximos dois jogos serão no United Center, em Chicago, na sexta-feira e no domingo.

Além da Lei do Ex aplicada por Rondo foi combinada a um fator até certo ponto engraçado e que agitou a internet durante a partida de ontem. O motivo é simples: o Chicago venceu os seus últimos 22 jogos transmitidos pela rede norte-americana TNT. Foi com a emissora exibindo, por exemplo, que a equipe bateu o Cavs três vezes durante a temporada regular. Os dois primeiros dois jogos dessa série contra o Boston foram da TNT e… houve dois triunfos do Bulls. Já há na internet uma logomarca da emissora com as cores do Chicago (vermelha e preta – veja ao lado). Pra sorte do Celtics, o jogo de sexta-feira será exibido pela ESPN, embora o de domingo, o quarto duelo, tenha a mesma TNT transmitindo.

Vale lembra que na história da NBA apenas em cinco oportunidades o cabeça-de-chave 8 (caso do Bulls agora) venceu uma série contra o número 1 (Celtics em 2017). A última vez que isso ocorreu inclusive foi em 2012 contra o Bulls (o Sixers fez 4-2 naquele ano em que Derrick Rose se lesionou).

Em Los Angeles o Clippers também suou horrores, mas contou com 63 pontos do seu trio formado por Blake Griffin, DeAndre Jordan e Chris Paul para igualar a série contra o Utah Jazz ao fazer 99-91. O duelo agora também está 1-1 e os próximos dois confrontos serão em Salt Lake City.

No Canadá o Toronto Raptors foi inconstante e permitiu a reação do Bucks em alguns momentos mas prevaleceu no final ao vencer por 106-100 apesar da grandíssima atuação de Giannis Antetokunmpo, que somou 24 pontos, 15 rebotes e 7 assistências. Kyle Lowry se recuperou da partida inicial horrível que teve (4 pontos) e saiu-se com 22 e uma bola final nos últimos segundos que sacramentou o triunfo torontino. A série agora viaja para duas partidas em Milwaukee com 1-1.

Tags : Bulls NBA