Bala na Cesta

Ex-jogador da seleção, Gerson é barrado do treino do time de Magnano – é correto?

Fábio Balassiano

“Venho externar minha indignação e tristeza pela falta de respeito que ex-atletas como eu somos tratados. Na quarta-feira resolvi ir até o centro de treinamento da seleção brasileira, que se prepara para os Jogos Olímpicos – Jogos que tive o prazer de jogar por três vezes. Fui simplesmente convidado a me retirar porque era um treinamento fechado. Não sou da imprensa e somente fui até o local levar meu apoio ao grupo. Saí de lá refletindo sobre o fato e cheguei a conclusão que não somos nada após sermos usados por anos pela CBB”

A declaração, emocionada, é de Gerson Victalino (foto), pivô que marcou época na seleção brasileira (foi campeão Pan-Americano em 1987, entre outras coisinhas). Ele foi ao treino da seleção brasileira, e foi expulso da atividade por conta de uma determinação do técnico Rubén Magnano.

Não vou entrar no mérito (o Sormani e o Gian já escreveram sobre isso) sobre se é certo ou não fechar treino para a imprensa (na NBA é, por exemplo), mas de verdade acho que é preciso respeitar um pouco mais quem fez a história do basquete brasileiro.

E, de verdade, isso não passa por Rubén Magnano, não. Ele é “apenas” o técnico da seleção brasileira, função, aliás, que exerce muitíssimo bem desde que assumiu. Mas há pessoas acima dele, hierarquicamente, que devem mostrar literalmente quais e como serão as condições de trabalho de uma seleção brasileira que existe há mais de meio século (e Rubén tem menos de cinco anos de cargo). Não é porque o basquete nacional está numa draga há 15, 20 anos que a “nova” gestão da CBB pode desrespeitar os ídolos do passado.

O que vocês acham? Comentem na caixinha! Prefiro não opinar e ler a opinião de vocês.

  1. charlesvasco

    19/06/2012 19:41:19

    lamentável...

  2. GERONIMO BAUER

    17/06/2012 22:14:32

    O que deve ser discutido se ele poderia entrar ou não o que se discute a forma como foi tratado, outra coisa se o treino era fechado devia haver o minimo de segurança para que ninguem adentrasse ao ginásio sem autorização, depois da porta arrombada que foram colocar a fechadura pedindo que se retirasse? perderam a oportunidade de demonstrar que havia um minimo coordenação para que realmente o treino fosse fechado, o que pelo visto não era.

  3. Marcelo Roterdã

    17/06/2012 12:25:19

    Tanto que existe que aconteceu!!!

  4. julio sp

    17/06/2012 05:37:26

    Uma boa assessoria de imprensa e uma certa organização e interesse em marketing resolveria facilmente isso. O Sr. Gerson seria colocado pra dentro, teria tomado um café, conversado um pouco com alguém e no final do treino teria ido apertar a mão dos jogadores. Simples, todos ficariam satisfeitos. O Gerson sairia falando bem, os jogadores talvez nem o percebessem mas por educação o cumprimentariam e no máximo todo mundo "perderia" 5 minutinhos a mais de suas vidas neste processo...

  5. Lucy Silva

    16/06/2012 21:11:23

    FALTA DE RESPEITO COM O GÉRSONMAS SERÁ QUE CARLOS NUNES E MAGNANO SABE O SIGNIFICADO DA PALAVRA RESPEITO

  6. Lucy Silva

    16/06/2012 21:08:58

    Alemão não sabe de basquete alemão é frio, burro e calculistabrasileiro é quente, inteligente e dá valor aos heróis do passado

  7. Lucy Silva

    16/06/2012 21:06:43

    palhaço"e trazer um tal de Gerson que ninguem sabe quem foi"ninguém sabem que é você Gerson todo mundo sabe

  8. Abimael

    16/06/2012 18:16:57

    Triste, e demonstra a falta organuização da estrutura da seleção. Obrigadi gerson por tudo que fez pelo brasil. brasil respeite mais seus campeões!!! Campeão foi algo pontual, nao leve em consideração. Voce e maior que isso. Valeu bala

  9. eliheli

    16/06/2012 16:36:33

    na NBA é sempre treino fechado e ninguem pode entrar, aqui no Brasil a imprensa em vez de ajudar o tem quer polemizar e trazer um tal de Gerson que ninguem sabe quem foi. Tem de respeitar a opinião do Tecnico. nada de qualquer um aparecer por la e querer entrra para dar apoio.sai dessa meu, deixa a turma trabalhar em paz.cresçam imprensa e ex atleas, quer visitar? peça autorização.

  10. JEANBA

    16/06/2012 15:04:34

    Essa vergonha que é a CBB

  11. Olavo Guimarães

    16/06/2012 11:01:46

    Precisamos aprender , que os jogadores do passado fizeram muito pela seleção, mas esta também fez por eles, pois em todos esportes temos muitos que não foram convocados quando mereciam que não são lembrados. Hoje todos são seres humanos iguais , e precisam respeitar as regras dos treinador, pois se a seleção fracassar como os ultimos anos é ele que sera cobrado e não os visitantes ilustres.

  12. Paulo

    16/06/2012 01:15:12

    Você criou uma religião cujo Deus é Pelé?

  13. Vinícius/SJC

    15/06/2012 15:18:35

    Lamentável...outro dia lia aqui no UOL mesmo uma entrevista do Wlamir Marques, ele estava pensando em fazer uma visita ao pessoal que está treinando para dar aquele apoio, falar da responsabilidade e honra que é vestir a camisa da seleção nacional...tomara que ele desista da idéia, não merece passar por situação vexatória como essa.

  14. Renato Prado

    15/06/2012 14:39:07

    Desculpem-me, mas, Gerson não é PELÉ.......peço desculpas novamente pela comparação, mas é mais ou menos por aí.Algumas "entidades" como o PELÉ, por exemplo, podem entrar em qualquer lugar e em qualquer que seja a hora. Já as pessoas comuns, o boa praça Gerson, por exemplo, tem que ao menos perguntar se pode ver o treino, sendo ele fechado. Em todo local de trabalho, principalmente ligado ao esporte de competição existem os treinos fechados, ele deveria ao menos saber o que estava ocorrendo lá, não acham?A culpa é exclusivamente dele mesmo e da CBB, só deles.

  15. César

    15/06/2012 14:26:27

    Nao adiantaria nada se o Gerson tivesse avisado antes da visita. Ninguém da CBB iria reconhece-lo tamanha a incompetência de tal entidade.

  16. Alemão

    15/06/2012 14:25:45

    Concordo com a CBB, quando tava na ``draga``, ninguem foi lá no treinamento para o Pré Olimpico dar uma ``palavrinha ou ver treino do pessoal``, agora que melhorou todo mundo aparece... treino e fechado, como a propria palavras significa ``F-E-C-H-A-D-O``, para todo mundo

  17. Marco

    15/06/2012 14:11:19

    Desculpe o off topic mas:http://www.wnbl.com.au/Announcement of the Brazilian team that will take part in The Farewell Series in Victoria starting on 24 June.Brazil Women’s Team – The Farewell SeriesAdriana Moises Pinto - GuardClarissa Cristina Dos Santos - CentreDamiris Dantas Do Amaral - Forward/CentreErika Cristina De Souza - CentreFranciele Aparecida Do Nascimento - Forward/CentreIziane Castro Marques - ForwardJaqueline De Paula Silvestre - GuardJoice Cristina De Souza Rodrigues - GuardKarla Cristina Martins Da Costa - GuardNadia Gomes Colhado - CentrePatricia De Oliveira Ferreira - ForwardSilvia Cristina Gustavo Rocha Valente - Forward------------------------------------------------------------------------Tássia, Babi e Gilmara cortadas? É isso mesmo prodrução?Quer dizer que os australianos recebem as notícias do Brasil antes dos brasileiros? Que beleza hein...

  18. Macedo

    15/06/2012 12:53:11

    Bom, esse é o método de trabalho dele. Quando ele treinou a Argentina fez a mesma coisa, nada de imprensa nem convidados, e ninguem reclamou e sabemos o final desse história. Se ele deixar todos entrarem, vamos ver aquele "oba oba" e, caso não vá bem jogos olimpicos, vão dizer que era porque os treinos estavam uma zona, todos podiam entrar e tal (como a seleção de futebol de 2006). Treinamento exige concentração, dele e dos atletas, e é isso que o Magnano quer.

  19. Nicolau

    15/06/2012 11:33:00

    Gente, gratidão nunca foi o forte destas federações, confederações, etc...parou de jogar e dar ibope pros cartolas..tá morto!!O importante é o Gerson saber que ele vai sempre ser um ídolo pra quem um dia teve a oportunidade de ver um grande basquete aqui no Brasil!!Força Gersão!!

  20. A. Fernandes

    15/06/2012 11:28:33

    Começou choradeira! Estava pensando comigo quando isso iria começar... É impressionante, repito, impressionante o quanto os fatores extra-quadra interferem na preparação de atletas de alto rendimento. Acho que se a imprensa não tivesse tumultuado tanto a vida da seleção de vôlei na época da quizila entre Bernardo e Ricardinho a ruptura não teria acontecido da maneira que ocorreu. O Marcelo Machado disse outro dia que a imprensa pôs lenha na fogueira com o retorno de Barbosa e Nenê e que, da parte dos atletas, isso nunca existiu. Agora, mal começa a preparação para os jogos olímpicos e lá vamos nós de novo! O que as pessoas precisam entender é que há regras a serem cumpridas! Se o treino é fechado, não há como entrar, pessoal! Certamente o Gerson não disse à comissão técnica ou à CBB que iria comparecer ao treino... O que faria se fosse ele, perguntaria quando poderia visitar a seleção e outra ocasião que fosse permitida a entrada e não sairia resmungando e lamentando igual ele fez. Um exemplo, gente: você está trabalhando e, de inopino, sem avisar, entra numa sala de reunião à portas fechadas para falar com seu chefe... ele irá atendê-lo? Você marcou horário, disse que viria? Pensem nisso... Há que se ter profissionalismo! Achei a atitude a comissão correta.

  21. Luiz Zattar

    15/06/2012 11:26:43

    Só queria saber no que iria ajudar o Gérson assitir ao treino, Splitter ia acerta lance livre? Leandrinho meter de 3? A única coisa que pode acontecer é atrapalhar, desviando foco, ajudar não tem como. Se quer conversar, vai depois do treino e pronto.

  22. Felipe

    15/06/2012 11:24:11

    O foco agora é a concentração nos treinos para as Olimpíadas e se o Gerson queria tanto ajudar, poderia ter ficado quieto, pois ao dar essa declaração ele está ajudando? Acho que não né? O que as pessoas querem é estar nos holofotes. O momento não permite distrações.

  23. Elio Marques

    15/06/2012 10:13:55

    Muuuuuito drama, alias, bala adora um....Tudo culpa da Cbb...O Rubem já deixou claro q o treino seria fechado Cbb nao tem nada com isso. Falta de respeito nenhum. Vamos parar de achar coisas no basquete e so torcer pra dar tudo certo

  24. heron de souza

    15/06/2012 10:12:44

    Precisamos nos informar das circunstancias e o que e como foi dito!Ser uma lenda não é uma chave que abre todas as portas, mas nos temos mesmo uma memoria meio "lavavel", desbota facil!Meus respeitos ao Gerson e que ele nao tome isto como um reflexo do que os basqueteiros pensam, foi so um momento de desentendimento.Abraços e bola na cesta!

  25. Alexandre Reis

    15/06/2012 09:53:19

    Na boa isso mostra a incopetencia da CBB e tambem um pouco do que é Brasil.Primeiro erro, o Gerson não poderia ir ao treino ser avisar, pois poderia ser um dia fechado.Segundo erro e o maior de todos, sendo uma surpresa a visita do Gerson, custava alguem da CBB tratar o cara com carinho, levar no vestiario pra ele transmitir sua energia e seu amor aos atletas e na hora do treino ja teria acabado a visita.Essa é a minha opinião, o que houve foi uma mistura de incompetencia e carinho da CBB e tb um erro do Gerson, de ir sem avisar.Abs

  26. Irapuan

    15/06/2012 09:30:19

    É apenas mais uma amostra da falta de consideração que a CBB tem pelos nossos basqueteiros do passado!! E também da falta de criatividade dos dirigentes. A CBB é que deveria promover um encontro dos novos atletas que vão à Olimpíada com os nossos e nossas atletas que defenderam o Brasil no passado. Além de não fazer isso, que seria uma ação respeitosa, motivadora e que contribuiria muito com a melhora da imagem do basquete no Brasil todo, ainda impedem que o Gerson faça por iniciativa própria. Dizer que ele poderia atrapalhar o treino fechado é tão errado quanto o péssimo gesto da CBB, e, também, a falta de ação no sentido de aproveitar o interesse dos ídolos do passado em contribir com o sucesso desta nova seleção brasileira. Como seria o treino deles após uma hora de conversa com seus próprios ídolos do passado?? Muito melhor, não acham??Valeu Gerson!! Muitos basqueteiros e brasileiros em geral que amam esse esporte reconhecem a sua atitude, a sua indignação e a sua vontade de continuar contribuindo.... e contribuiu muito, pode ter certeza! Obrigado!

  27. Sergio 2 due

    15/06/2012 09:18:28

    Lembrando que antes ,na preparação do pre olímpico, aconteceu a mesma coisa com outros atletas ou jornalistas que foram convidados a se retirar dos treinos da seleção...Também na época falou se de respeito,de injustiça e outras críticas...sei lá...pode ser que eu seja cético mais chama muito a atenção que hoje ,novamente,estejemos discutindo o tema...até cheguei a ler que a falta de respeito era porque o Magnano era argentino...enfim

  28. Bob

    15/06/2012 08:57:13

    Desde que assumiu a seleção brasileira, Ruben Magnano tem essa caracteristica de fechar os treinos. Será que o Gerson sendo do meio, que deve acompanhar os bastidores do basquete, não sabia disso? Não estou dizendo que ele não tem que ficar indignado, mas bastaria conversar com alguém da CBB antes para saber se a visita seria viavel. Discordo de um do amigo que disse que ele jogou por amor basquete, jogou por dinheiro, era profissional e muito bem remunerado. Enfim, na minha opinião nem o Oscar chegando de surpresa entraria no treino. Normas são normas e fim de papo. O brasileiro quer sempre dar um jeitinho em tudo e quando não consegue fica revoltado.

  29. Túlio Oliveira

    15/06/2012 08:46:40

    Pessoal, treino fechado ou não, não vem ao caso, o q faltou aos"dirigentes" da CBB, foi falta de respeito mesmo, dar força antes ou depois do treino tbém não vem ao caso, pois só a presença de um dos maiores Pivôs da nossa seleção tem q ser um motivo de orgulho e ele, Gerson Victalino, ele sim esta demostrando respeito pela seleção, em ir até o centro de treinamento, fazer uma visita cordial e levar com a sua presença, mais um apoio ao nosso selecionado, eles deviam parar tudo e reverenciar quem deve ser reverenciado e lembrar tudo q esse grande atleta já fez pelo Brasil sem nem se quer rejeitar uma convocação. Ao Grande Gerson vai o meu eterno respeito bem como de milhares de fãs seus. E vamos pra frente companheiro.

  30. Cleonízio de Almeida - Cléo

    15/06/2012 07:43:06

    Realmente, sinto pelo Gerson e por todos nós ex-atletas, que de alguma forma achávamos ser participantes de uma história esportiva pela nossa cidade, estado ou país, nos decepcionamos porque nos doamos tanto, tanto que confundimos a nossa existência com a do esporte que vivemos intensamente por muito tempo. A maior vergonha neste caso para mim, não está firmada apenas no impedimento do Gerson assistir o treino e sim no desaforo do desconhecimento da história marcante deste homem que, só para nós, serviu de motivação pelos seus resultados de época no famigerado basquetebol brasileiro. Gerson, irmão, ande humildemente acima disso.

  31. WhoIsIt

    15/06/2012 06:11:31

    Eu gostaria muito de ver uma visita surpresa de, por exemplo, Michael Jordan ao treino fechado. No exato momento que o técnico da seleção brasileira fosse ensair o "super trunfo". Alguém tem dúvidas que o treino ia parar o tempo que fosse necessário por causa do ilustre visitante. E digo mais, não precisamos ir tão longe para imaginar a situação. Oscar e Hortênsia, alguém acha que ambos teriam o mesmo tratamento do Gerson? O problema não foi impedir o acesso mas sim a forma como isso foi feito, sem a menor preocupação em preservar a imagem de alguém muito importante para o basquete.

  32. Claudio

    15/06/2012 05:52:50

    Concordo que nossos astros possam ter acesso a selecao, mas eles tambem devem respeitar momentos particulares dos treinos. Tem alguns momentos em que o tecnico precisa de uma sequencia para treinar jogadas, colocar sua opniao e nessas horas nao pode ser interrompido. Imagine numa prelecao antes de um jogo entrar alguem para dar uma forca: vai atrapalhar.

  33. Joao Eduardo

    15/06/2012 05:12:12

    Tremenda falta de respeito.Imagino que se fosse um astro da NBA, mesmo aposentado, seria muito diferente.Mas como no Brasil o reconhecimento tem data de validade menor que no resto do mundo, essas coisas acontecem.Se o treino é fechado, mas uma motivaçao teria a galera de ter um grande nome participando, principalmente no sentido de motivaçao.Minha opiniao.

  34. Luiz Zattar

    15/06/2012 03:29:34

    Se ele não é "todos", a CBB ou sei la quem, que homegeie dando condecoração ou algo do genero, pra mim, um ex-atleta, ex-campeao, cidadão comum ou imprensa são iguais para um simples treino. Se a CBB deixasse ele entrar no treino estariam o respeitando? Pra mim respeito é muito mais que isso, ele desabafou por uma serie motivos, sendo que o estopim desse desabafo não tem nenhum motivo. Ja pensou o Muricy querer dar um treino fechado, e Pelé, Pepe, Coutinho e inumeros outros quisessem ir la pra ficar vendo? É fechado e pronto. Não é por causa de um treino que está desprezando quem fez pelo esporte, e não é deixando entrar que estará lhe dando o devido valor

  35. carlos Lima

    15/06/2012 02:59:09

    SE FOSSE O ESCOLA OU O GINOBLI VISITANDO O RUBEN MAGNANO, APOSTO Q O TREINO SERIA ABERTO. FALA SERIO, O GERSON DEVERIA TER IDO LA PARA FALAR SOBRE PATRIOTISMO E EXPERIENCIA COM A AMARELINHA EM OLIMPIADAS. DEVERIA ATE COBRAR PARA ISSO.NOSSO BASQUETE ESTA ACHANDO QUE ESTA COM MUITA MORAL.SERA QUE O RUBEN M, SABE QUEM EH O GERSON?????

  36. Alessandro abrantes

    15/06/2012 02:19:11

    O Los Angeles Lakers expulsaria o Magic Johnson de um treino fechado??? Acho que não.Foi um tremendo desrespeito com o Gerson.

  37. Flavio

    15/06/2012 01:47:27

    Na boa, NUNCA, mas NUNCA apareceriam mais de 3 ex-jogadores do nível do Gérson para assistir um treino da seleção, isso só acontecerá se for um evento publicitário ou uma matéria esportiva, digo isso não só para o basquete mas para todos os esportes.Essa idéia de "é fechado para todo mundo" não existe e nem deve existir, quem acredita nisso é muito ingênuo.Faltou tato e bom senso nesse episódio.Se fosse treino de judô fechado da seleção e aparecesse o Aurélio Miguel ele não só entraria como seria cumprimentado por todos em respeito ao que ele fez pelo esporte.

  38. Fábio Balassiano

    15/06/2012 01:18:33

    é isso!abs

  39. Lucas Baptista Fontes

    15/06/2012 01:15:26

    Bala, acho que a questão não é só pelo fato dele ser barrado no treino como alguns citaram. A questão é o descaso com quem fez história no nosso basquete, será que ele assistir o treino prejudicaria algo? Com certeza não!

  40. Von Rommel

    15/06/2012 01:12:46

    Boa, jamais barrariam essas lendas!

  41. Felipe Canan

    15/06/2012 01:09:30

    Até posso concordar com o fato de, se o treino é fechado, então é para todos.No entanto, não concordo com o fato de o treino ser fechado. Uma vez que estamos tratando de uma seleção nacional, envolve não somente interesse público, como somos NÓS que a sustentamos, através da lei piva e de impostos pago emgeral (contas da eletrobrás, por exemplo). Sendo assim, percebo que é por este tipo de iniciativa que o basquetebol brasileiro afundou e vem tendo dificuldades para se reerguer. Como querer massificar ou democratizar uma modalidade esportiva sem fãs e interessados? Como adquirí-los se nem seque podem assitir ao vivo os possíveis ídolos? Um treino e outro ser fechado é até admissível para preservar a concentração dos atletas ou evitar espiões. Mas a maioria dos trinos acho demais. Palavra de quem já sofreu (muito) pra conseguir acompanhar um treino e em nome de Instituição de Ensino Superior, a fim de desenvolver um estudo que em nada atrapalharia os atletas ou comissão técnica e ainda ofereceria os resultados da pequisa para o engrandecimento do basquetebol brasileiro e, em especial, de sua seleção. Abraço a todos

  42. Fábio Balassiano

    15/06/2012 01:08:39

    ufa! achei que nao teria nenhuma voz diferente aqui. ainda bem q li isso.vale pro debate...

  43. Hermann

    15/06/2012 01:08:19

    Discordo plenamente galera... No Brasil nao temos habito algum de valorizar e vangloriar nossos atletas de épocas tao saudosas... Duvido que no treino de fechado de Boston Celtics barrariam Bill Russel ou no Lakers de Kareem Abdul-Jabbar. Abs

  44. Ed Borges

    15/06/2012 01:07:23

    "Se o treino é fechado pra todos." Gerson não é todos. Que falta de respeito com alguém que jogava por amor ao esporte. Queria que "todos" fossem tão lógicos e retos em suas vidas. Sabe quando o avô é jogado no canto?

  45. Von Rommel

    15/06/2012 01:06:53

    Bala, as vezes falta bom censo nas pessoas, bastava a comissão técnica conversar com o Gerson e depois num melhor horário conversar entre todos. Vi o gerson jogar pela TV e pelos serviços prestados merecia mas respeito. Defendo melhor tratamento aos ídolos não só do basquete como também uma aposentadoria digna aos nossos ídolos que fizeram muito pelo nosso BRASIL.

  46. Thiago Sá

    15/06/2012 00:50:46

    Concordo com o Luiz Zattar... se a idéia era dar apoio podia ter acontecido depois do treino ou antes ou sei lá. Se o treino é fechado, é fechado pra todo mundo. Simples e sem drama galera.

  47. carlos eduardo

    15/06/2012 00:37:15

    fechado pra todos é pra todos, nao achei desrespeito

  48. Conrado Segalla

    15/06/2012 00:31:50

    Creio que seja muito melindre estas reclamações de falta de respeito com ex atletas. Ora, se o treino é fechado, basta aguardar o seu encerramento e, então, falar com quem quiser. Quando jogador, provavelmente também não gostava de ver seu treino interrompido ou ter a atenção desviada. Erro seria não deixá-lo ter contato com os jogadores, mesmo fora do horário do treino. Sejamos mais práticos e menos dramáticos que as coisas melhorarão.

  49. Luiz Zattar

    15/06/2012 00:27:31

    Se é fechado para todos, é para todos. Imagina se todas as pessoas que tiveram história na seleção quiserem ir ver um treino? Vão ter 100 pessoas vendo e pode vazar algo que o Magnano não queira. Se ele queria apenas dar apoio ao grupo, espera acabar o treino e fala com os jogadores pós treino; Não acho desrespeito, desrespeito seria se fosse aberto para imprensa e proibissem ele.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso