Bala na Cesta

Chegou o dia: Leandrinho se despede do Flamengo com gosto de ‘quero mais’

Fábio Balassiano

Do dia 18 de agosto, data em que a contratação foi anunciada, Leandrinho viveu momentos bem felizes no Flamengo. Foi bem recebido no clube, bem tratado pela torcida rubro-negra (nos últimos dois jogos ouviu-se um “Fica, Leandrinho'' em alto e bom som) e teve ótimo relacionamento com todos do elenco (parece ter “adotado'' o jovem e promissor Alexandre Paranhos). Mas o locaute terminou, e com ele a lua de mel do jogador com a agremiação.

Hoje contra a Liga Sorocabana (18h15 – na preliminar, Tijuca e Bauru medem forças) Leandrinho fará a última de suas 15 partidas e verá do outro lado o antigo companheiro César (campeão nacional com ele em Bauru). Em Toronto, conforme conversa minha com ele após a estreia contra o Paulistano, terá também uma torcida apaixonada, mas uma torcida diferente: “Os torcedores do Flamengo são apaixonados e me acolheram aqui. Quando cheguei, me falaram que vestir a camisa rubro-negra tinha um sabor diferente. E tem mesmo. É indescritível'', disse.

Como antecipei ontem aqui no blog (aqui o link), Flamengo e Leandrinho têm interesse em reatar a lua de mel após a temporada dele na NBA. Por enquanto é um até breve. Quem sabe em abril clube e jogador se reencontram. O gostinho de 'quero mais' é claríssimo.